segunda-feira, 25 de novembro de 2013

AMOR MADURO

O amor maduro não é menor em intensidade. Ele é apenas quase silencioso. Não é menor em extensão. É mais definido, colorido e poetizado. Não carece de demonstrações: presenteia com a verdade do sentimento. Não precisa de presenças exigidas: amplia-se com as ausências significantes. O amor maduro somente aceita viver os problemas da felicidade. Problemas da felicidade são formas trabalhosas de construir o bem e o prazer. Problemas da infelicidade não interessam ao amor maduro. O amor maduro cresce na verdade e se esconde a cada auto-ilusão. Basta-se com o todo do pouco. Não precisa nem quer nada do muito. Está relacionado com a vida e a sua incompletude, por isso é pleno em cada ninharia por ele transformada em paraíso. É feito de compreensão, música e mistério. É a forma sublime de ser adulto e a forma adulta de ser sublime e criança. O amor maduro não disputa, não cobra, pouco pergunta, menos quer saber. Teme, sim. Porém, não faz do temor, argumento. Basta-se com a própria existência. Alimenta-se do instante presente valorizado e importante porque redentor de todos os equívocos do passado. O amor maduro é a regeneração de cada erro. Ele é filho da capacidade de crer e continuar, é o sentimento que se manteve mais forte depois de todas as ameaças, guerras ou inundações existenciais com epidemias de ciúme. O amor maduro é a valorização do melhor do outro e a relação com a parte salva de cada pessoa. Ele vive do que não morreu mesmo tendo ficado para depois. Vive do que fermentou criando dimensões novas para sentimentos antigos, jardins abandonados cheios de sementes. Ele não pede, tem. Não reivindica, consegue. Não persegue, recebe. Não exige, dá. Não pergunta, adivinha. Existe, para fazer feliz. Só teme o que cansa, machuca ou desgasta. Artur da Távola

Oração Celta para abençoar o lar, a pessoa amada e afastar a inveja

Antes de se reunir à sua alma gêmea é necessário que cada pessoa encontre o seu caminho espiritual, seja ele qual for e trabalhe para seu crescimento individual. Só então é que terá o mérito de encontrar sua alma gêmea, para reunir-se a ela e continuarem juntos o seu trabalho espiritual. O casal enfrenta muitas dificuldades para poderem ficar juntos. Mas apesar das diferenças, gostos e necessidades individuais, existem grandes semelhanças e afinidades em termos de ideologias e objetivos de vida. Há entre eles uma habilidade quase telepática, o que é a pista mais evidente de que se trata de "almas gêmeas"... Bênção ao Lar, para afastar a inveja Encha uma taça de água e pegue num incenso apagado; Feche os olhos e imagine que está a ver a Terra do Espaço Sideral - consegue vê-la a flutuar na vastidão do Universo, com o Sol, a Lua e as Estrelas a brilharem; Desça até à região da terra onde mora e veja a área à volta da sua casa, enviando energia especial para a sua casa e para o circundante; Veja a sua própria casa e imagine um círculo de luz dourada em seu redor; Entre na sua casa, abra os olhos e olhe à sua volta, dizendo: "Oh Grande Espírito, eu peço as vossas bênçãos nesta minha casa, no meu lar, na minha família e na minha vida e na vida do meu amado." Acender o incenso e diga: "Brighid, deusa do lar, eu peço para que este incenso seja abençoado em teu nome para que possa limpar e purificar este lugar" Espalhar o incenso pela casa toda... Em torno do perímetro de cada divisão, no sentido do horário solar, pegue numa taça de água e diga: "Brighid, deusa da nascente e da chama, peço para que esta água seja consagrada em teu nome, que ela possa limpar, purificar e abençoar esta casa." Salpicar as divisões da casa com água, andando no sentido do horário solar, e dizer: "Brighid, peço que abençoes esta casa do sítio ao esteio, da vida à parede, de uma ponta à outra, do telhado à cava, da base ao topo e do topo à base" Ir para o local mais central da casa, o coração do lar, sente-se e leia em voz alta, imaginando que é Brighid que lhe está a responder: "Uma bênção na tua casa, Uma bênção no teu lar, Uma bênção no teu bosque sagrado, Uma bênção no teu espaço sagrado, Uma benção no teu bastão de luz, Uma bênção na mais alta das ervas, Uma bênção na tua Alma Gêmea, Uma bênção nos teus amigos fiéis, Uma bênção nos ajudantes do lar, Uma bênção nos teus pais, Uma bênção na tua profissão, Uma bênção nos teus bens e rendimentos, Uma bênção nos teus amigos e parentes sem excessão, Uma bênção neste lugar de magia, Uma bênção no quarto e na cama onde fazes amor, Uma bênção no teu trabalho neste lugar, Uma bênção em ti na luz ou na escuridão, Em cada dia e noite da tua vida." Irradiar a bênção para a vizinhança e para o mundo e dizer alto: "Oh Grande Espírito, oh Brighid do lar, eu agradeço as tuas bênçãos".