quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

CAPÍTULO 4 - PERTENCER À REDE FAMILIAR



ISSO SIGNIFICA SER RECONHECIDO COMO INTEGRANTE, SER TRATADO DIGNAMENTE, SEM DESPREZO NEM DESVALORIZAÇÃO. EM QUALQUER FAMÍLIA, VIGORA A LEI DA IGUALDADE DE TODOS OS MEMBROS. MESMO QUE NÃO CONVIVAM COM A FAMÍLIA OU SEJAM FALECIDOS, OS EXCLUÍDOS OU CONSIDERADOS DESNECESSÁRIOS OU ESQUECIDOS TRAZEM ALGUMA CONSEQUÊNCIA.

SÃO MILHARES DE HISTÓRIAS DE EXCLUSÃO QUE CONDUZEM A DIFICULDADES. PESSOAS DIFAMADAS, DENEGRIDAS, DESPREZADAS, ESQUECIDAS, DESONRADAS, TRATADAS DE MODO INJUSTO... COM ISSO, AGE-SE CONTRA A DIGNIDADE, O RESPEITO E O DIREITO À UNIÃO. SE, POR EXEMPLO, ALGUÉM É REJEITADO PELA CONDIÇÃO SOCIAL, RAÇA, EDUCAÇÃO, PROFISSÃO OU ATIVIDADE DE TRABALHO CONSIDERADA DE MENOR VALOR, ESSA PESSOA ESTÁ SENDO EXCLUÍDA.

QUANDO UMA MULHER NÃO INFORMA O PARCEIRO SOBRE SUA GRAVIDEZ OU É IMPEDIDA DE CRIAR SEU FILHO, ISSO TAMBÉM DENOTA EXCLUSÃO E ACARRETA CONSEQUÊNCIAS À REDE FAMILIAR.


RELAÇÕES COM EX PARCEIROS

AINDA QUE NÃO FAÇA PARTE DA REALIDADE DO NOVO CASAL, É ACONSELHÁVEL QUE O EX-PARCEIRO SEJA RESPEITADO E LEMBRADO SEM RESSENTIMENTOS, INDEPENDENTEMENTE DE BRIGAS, DIVÓRCIOS, DISTANCIAMENTOS FORÇOSOS, ENTRE OUTROS. NO CONTEXTO FAMILIAR, OS FILHOS SEMPRE ESTARÃO MELHORES COM QUEM SE REFERIR POSITIVAMENTE AO EX-COMPANHEIRO.


TODOS TÊM DIREITO AO VÍNCULO. SE ALGUMA PESSOA É EXCLUÍDA OU ESQUECIDA, EM SEGUIDA APARECEM AS CONSEQUÊNCIAS NA FAMÍLIA.


EM UMA NOVA RELAÇÃO, SE O ATUAL PARCEIRO NÃO RECONHECER O LUGAR OCUPADO PELO ANTERIOR, ESSA UNIÃO TAMBÉM FICARÁ PREJUDICADA. O NÓ FAMILIAR PODE DESATAR-SE QUANDO SE CONFERE AO ANTIGO PARCEIRO SUA REAL IMPORTÂNCIA NO RELACIONAMENTO ANTERIOR.



LEIS VITAIS


UMA VEZ QUE OS LAÇOS FAMILIARES EXIGEM RECONHECIMENTO E RESPEITO DE CADA UM DE SEUS MEMBROS, A CONSCIÊNCIA FAMILIAR SE ENCARREGA DE NOS LEMBRAR DISSO. REVELA-NOS QUEM FAZ FALTA E QUEM NÃO TEM SEUS DIREITOS RECONHECIDOS.

A CONTÍNUA OBSERVAÇÃO DAS FAMÍLIAS PELA TÉCNICA DE CONSTELAÇÕES FAMILIARES CONDUZIU HELLINGER A FORMULAR AS SEGUINTES LEIS VITAIS:

1. LEI DO NÚMERO COMPLETO

=> QUALQUER PESSOA SE SENTE COMPLETA EM SUA CONSCIÊNCIA INTERIOR QUANDO NA FAMÍLIA CADA UM DOS MEMBROS OCUPA SEU DEVIDO LUGAR E LHE É CONCEDIDA DIGNIDADE.

2. LEI DA PRIORIDADE

=> QUEM CHEGA PRIMEIRO À REDE TEM PRIORIDADE ( É RECONHECIDO COMO O PRIMEIRO). OS PAIS TÊM PRIMAZIA SOBRE OS FILHOS, O PRIMOGÊNITO SOBRE OS DEMAIS, O SEGUNDO SOBRE OS SEGUINTES, E ASSIM SUCESSIVAMENTE.

=> AS HIERARQUIAS PRECISAM SER RESPEITADAS. NAS PRIORIDADES PESSOAIS, É RECOMENDADO QUE A FAMÍLIA ATUAL ESTEJA ACIMA DA DE ORIGEM. UM DIA, TODOS SE CASAM E ESTABELECEM UM LAR COM FILHOS. ASSIM SERÁ NOSSA FAMÍLIA. SEUS INTERESSES ESTARÃO ACIMA DOS DE NOSSOS PAIS E IRMÃOS.


VEJAMOS O QUE OCORRIA NA FAMÍLIA LADINO :

MARTÍN COMPARTILHAVA COM A MÃE TUDO O QUE LHE OCORRIA. COM ISSO, MARIANA SENTIA-SE EXCLUÍDA E AFASTADA DE SEU PAPEL DE ESPOSA...
ENTÃO, SURGIRAM ALTERAÇÕES NA HIERARQUIA.

FRASE CONCILIADORA

MARTÍN PODE IMAGINAR-SE DIANTE DA MÃE, A QUEM DIZ: "EU LHE AGRADEÇO POR TER-ME DADO À LUZ. DECIDI FAZER ALGO ÚTIL COM A VIDA COM A QUAL VOCÊ ME PRESENTEOU, CASEI-ME E CONSTITUÍ UM LAR COM MARIANA. PRECISO CONTINUAR MINHA CAMINHADA E OCUPAR MEU LUGAR DE ESPOSO DIANTE DELA. VOCÊ PODE CONTAR COMIGO SEMPRE, E PROMETA-ME QUE SEMPRE ESTARÁ À DISPOSIÇÃO COMO MÃE QUANDO EU NECESSITAR, PORÉM NÃO POSSO CONTINUAR SENDO O FILHO QUE A FAZ ESQUECER QUE ESTÁ SOZINHA NA VIDA."

- O NOVO RELACIONAMENTO ESTÁ ACIMA DO PRIMEIRO. QUANDO UMA RELAÇÃO TERMINA, É ACONSELHÁVEL QUE O CASAL SE AGRADEÇA MUTUAMENTE PELO TEMPO AGRADÁVEL EM QUE VIVEU JUNTO. ALÉM DISSO, É RECOMENDÁVEL QUE ELE SAIBA QUE O VÍNCULO TERMINOU POR PROBLEMAS QUE NÃO PUDERAM SER SOLUCIONADOS OU LIMITAÇÕES RECÍPROCAS QUE PUSERAM FIM AO AMOR.

NO ENTANTO, SEMPRE HOUVE ALGO POSITIVO, O QUAL DEVE SER RESPEITADO E CONSERVADO NA "ALMA". É ISSO QUE PERMITE QUE O CASAL SE SEPARE DE MANEIRA SADIA E ESTABELEÇA, EM SEGUIDA, UMA NOVA RELAÇÃO SOBRE BASES MAIS FIRMES.


O QUE OCORRIA NA FAMÍLIA DE MARTÍN

AO SEPARAR-SE DA PRIMEIRA ESPOSA, MARTÍN NÃO FOI CAPAZ DE ACEITAR A DESPEDIDA. AINDA SE SENTE CULPADO, O QUE NÃO LHE PERMITE QUE A NOVA IMAGEM DE CASAL SE ESTABELEÇA EM SUA CONSCIÊNCIA INTERNA.


FRASE CONCILIADORA


À MEDIDA QUE VALORIZAR O QUE É POSITIVO E ACEITAR AS CONSEQUÊNCIAS DE SEUS ATOS, MARTÍN PODERÁ FINALIZAR ESSA RELAÇÃO. ELE TAMBÉM PODE IMAGINAR A EX-ESPOSA À SUA FRENTE E LHE DIZER DO FUNDO DO CORAÇÃO: "EU ACEITO O QUE VOCÊ ME OFERECEU, O QUAL VOU AMAR E HONRAR. POR TUDO AQUILO QUE NÃO DEU CERTO ENTRE NÓS, ACEITO MINHA PARTE DE RESPONSABILIDADE E LHE DEIXO A SUA. AGORA, FIQUE EM PAZ." ISSO PERMITE QUE O RELACIONAMENTO TERMINE E QUE HAJA A SEPARAÇÃO INTERNA. DESSA MANEIRA, MARTÍN PODE SE APROXIMAR DA SEGUNDA ESPOSA LIVRE E EM PAZ PARA O ESTABELECIMENTO DE UMA RELAÇÃO SADIA.

ESSA IDÉIA DE ENCERRAMENTO, CONHECIDA EM PSICOLOGIA COMO PARTE DA TERAPIA GESTÁLTICA - CRIADA APROXIMADAMENTE EM 1942 POR FRITZ PERLS - , CONSISTE EM QUE AS PESSOAS PERCEBAM E ENFRENTEM A VERDADE DOS ACONTECIMENTOS EM UM DETERMINADO MOMENTO. ASSIM É POSSÍVEL A RESOLUÇÃO DE ASSUNTOS INCONCLUSOS SEM QUE PRESSIONEM INTERNAMENTE.

- OS PAIS ESTÃO NO MESMO NÍVEL ENTRE SI E SE COMPLEMENTAM. O RECONHECIMENTO MÚTUO ENTRE AMBOS OS SEXOS É UMA NECESSIDADE IMPORTANTE PARA O EQUILÍBRIO. ENTRE OS CASAIS, QUANDO UM DOS DOIS É SUPERIOR, CRIA-SE UM DESEQUILÍBRIO. ISSO ATINGE CONSIDERAVELMENTE NÃO APENAS O PAR, MAS TAMBÉM OS FILHOS. NA CONSCIÊNCIA DELES, ESTÁ PRESENTE A IGUALDADE DE AMBOS OS PAIS. POR ISSO, ALIAM-SE AO FRACO PARA PROTEGÊ-LO, EMBORA DEMONSTREM SEGUIR OU OBEDECER AO FORTE.

O QUE OCORRE NA FAMÍLIA LADINO:

A RELAÇÃO DO PAI COM A ESPOSA E OS FILHOS HAVIA SE TORNADO TENSA E CONFLITUOSA. ELES SENTIAM O CONTROLE E A AUSTERIDADE PATERNA EM RELAÇÃO À MÃE. MARTÍN TRATAVA MARIANA DE MODO AUTORITÁRIO, O QUE A SITUAVA EM UM NÍVEL INFERIOR AO DELE. A CONSCIÊNCIA DOS FILHOS SE ALIAVA INTERNAMENTE COM A GENITORA, O QUE SE REFLETIA EM AFRONTAS AO PAI.

=> FRASE CONCILIADORA

MARTÍN PODE DIZER À MARIANA: " VOCÊ NÃO VEIO AO MUNDO PARA SATISFAZER MINHAS EXPECTATIVAS NEM EU VIM AO MUNDO PARA CORRESPONDER ÀS SUAS. SOMOS DIFERENTES. VOCÊ NÃO É MINHA FILHA, É ADULTA COMO EU. EU LHE DOU MINHA MASCULINIDADE E RECEBO SUA FEMINILIDADE PARA NOS COMPLETARMOS."

POR SUA VEZ, MARIANA RESPONDERÁ A MARTÍN: " NÃO VIM AO MUNDO PARA SATISFAZER SUAS EXPCECTATIVAS. SOMOS DIFERENTES, MAS COMPLEMENTARES. EU LHE DOU MINHA FEMINILIDADE E RECEBO SUA MASCULINIDADE. NÃO SOU SUA FILHA, MAS ADULTA E SUA ESPOSA."


- O RESPONSÁVEL PELA FAMÍLIA OCUPA UM LUGAR DE DESTAQUE. EMBORA OS PAIS ESTEJAM NO MESMO NÍVEL E SUAS FUNÇÕES SEJAM COMPLEMENTARES, AQUELE QUE CUIDA DA INTEGRIDADE, DA ECONOMIA E DA SEGURANÇA FAMILIAR OCUPA UM LUGAR PRIMORDIAL. ATUALMENTE, ENTRE OS CASAIS, ESSE PAPEL É COMPARTILHADO ALTERNADAMENTE, OU SEJA, EXISTEM OCASIÕES EM QUE ELE SE DESTACA, EM OUTRAS É ELA... PORÉM, EM QUALQUER CASO, OS DOIS SE COMPLEMENTAM EM INTERDEPENDÊNCIA.

- OS PAIS TÊM PRIORIDADE SOBRE OS FILHOS. O PRIMEIRO FILHO A CONCEDE AO SEGUNDO, O SEGUNDO AO TERCEIRO, O TERCEIRO AO QUARTO, E ASSIM SUCESSIVAMENTE... QUEM MAIS OFERECE É O PRIMOGÊNITO E O MAIS BENEFICIADO É O CAÇULA, POIS RECEBE DOS PAIS E DOS IRMÃOS. ESSE PRIVILÉGIO É COMPENSADO COM A MAIOR DEDICAÇÃO AOS PAIS NA TERCEIRA IDADE. OS IRMÃOS AUXILIAM-SE ENTRE SI. QUANDO OS PAIS ESTÃO IDOSOS E DOENTES, OS FILHOS SE APÓIAM A PARTIR DE UMA RELAÇÃO SEMELHANTE.

O ATO DE DOAR-NOS SIGNIFICA NOSSA ENTREGA EM PROL DO EQUILÍBRIO FAMILIAR.

SE UM DOS IRMÃOS NECESSITA DE AJUDA, ELE DEVE SER ASSISTIDO PELOS OUTROS, COM O COMPROMISSO DE QUE, APÓS VENCER A DIFICULDADE, VAI DEVOLVER O QUE RECEBEU PARA O REEQUILÍBRIO DA RELAÇÃO. ISSO EVITA QUE ESSE ELO SE DETERIORE OU QUEBRE.

NO ENTANTO, SE QUEM FOI AUXILIADO NÃO PUDER DEVOLVER "O FAVOR", ESTE SE CONCRETIZARÁ COMO UM PRESENTE PELO QUAL, PARA EQUILIBRAR NOVAMENTE A CONSCIÊNCIA FAMILIAR, BASTARÁ APENAS UM AGRADECIMENTO. DESSA MANEIRA, QUEM AUXILIOU SENTE QUE O IMPORTANTE É O AMOR E O RECONHECIMENTO. PARA ELE, ISSO SE TRANSFORMA EM ALGO MAIS VALIOSO QUE AQUILO QUE O IRMÃO POSSA LHE DEVOLVER.

QUEM RECEBE O AUXÍLIO FRATERNO PENSA : " RECEBO ISSO DE VOCÊ INDEPENDENTEMENTE DE PODER RESTITUÍ-LO. ACEITO COMO UM PRESENTE E O AGRADEÇO POR ISSO." POR SUA VEZ, QUEM RECEBE O AGRADECIMENTO RESPONDE MENTALMENTE:" O SEU AMOR E O SEU AGRADECIMENTO PELO QUE LHER FOI DADO SIGNIFICA MAIS QUE AQUILO QUE VOCÊ POSSA ME DEVOLVER OU FAZER POR MIM."

A CONSCIÊNCIA FAMILIAR ESTÁ A SERVIÇO DAS RELAÇÕES E VELA PELA VINCULAÇÃO, PELO EQUILÍBRIO E PELA ORDEM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário