sexta-feira, 4 de junho de 2010

Benefícios e Malefícios do consumo de café



A maioria das pessoas que toma café diariamente ignora quais são as substâncias que estão presentes no café e pensa que o café contém apenas ou principalmente cafeína.
Grande engano.
O café possui apenas 1 a 2,5 % de cafeína e diversas outras substâncias em maior quantidade. E estas outras substâncias podem até ser mais importantes do que a cafeína para o organismo humano.
O grão de café (café verde) possui além de uma grande variedade de minerais como potássio (K), magnésio (Mg), cálcio (Ca), sódio (Na), ferro (Fe), manganês (Mn), rubídio (Rb), zinco (Zn), Cobre (Cu), estrôncio (Sr), cromo (Cr), vanádio (V), bário (Ba), níquel (Ni), cobalto (Co), chumbo (Pb), molibdênio (Mo), titânio (Ti) e cádmio (Cd); aminoácidos como alanina, arginina, asparagina, cisteína, ácido glutâmico, glicina, histidina, isoleucina, lisina,metionina, fenilalanina, prolina, serina, treonina, tirosina, valina; lipídeos como triglicerídeos e ácidos graxos livres , açúcares como sucrose, glicose, frutose, arabinose, galactose, maltose e polissacarídeos. Adicionalmente o café também possui uma vitamina do complexo B, a niacina (vitamina B3 , PP ou “Pelagra Preventing” do inglês) e, em maior quantidade que todos os demais componentes, os ácidos clorogênicos, na proporção de 7 a 10%, isto é, 3 a 5 vezes mais que a cafeína.

Maravilha hein, só coisa boa =D

Benefícios
A cafeína é estimulante do sistema nervoso central e da circulação cerebral, transmitindo uma sensação de energia ao indivíduo. Esta substância aumenta o estado de alerta mental e a capacidade de concentração. É, contudo, falsa a idéia que o café combata os excessos do álcool. A cafeína é utilizada com alguma freqüência em produtos farmacêuticos, nomeadamente em composições para inibir cefaléia e constipações.
Outra pesquisa mostrou que a cafeína aumenta a secreção gástrica ácida.
Estudos demonstram que a redução da cafeína no período que precede a menstruação diminui os sintomas da TPM (tensão pré-menstrual).
A maioria das pessoas que consomem café diariamente desconhece as substâncias saudáveis e os seus efeitos terapêuticos:

- O consumo moderado de café (de três a quatro xícaras por dia) exerce efeito de prevenção de problemas tão diversos como o mal de Parkinson, a depressão, o diabetes, os cálculos biliares, o câncer de cólon e o consumo de drogas como o álcool. Além disso melhora a atenção e, conseqüentemente, o desempenho escolar.
- O café contém vitamina B, lipídios, aminoácidos, açúcares e uma grande variedade de minerais, como potássio e cálcio, além da cafeína.
- O café tem propriedades antioxidantes, combatendo os radicais livres e melhorando o desempenho na prática de esportes.
- Doenças como infarto, malformação fetal, câncer de mama, aborto, úlcera gástrica ou qualquer outro tipo de câncer não estão associadas ao consumo moderado de cafeína.
- Melhora a taxa de oxigenação do sangue.
- O consumo moderado de café não interfere na absorção do cálcio e não causa osteoporose.
- Ao contrário do que se pensava, o consumo moderado de café pode fazer bem ao coração.

Deu até vontade de tomar um copinho de café =D

Mas nem tudo é tão bom, vamos agora à coisa ruim!

Malefícios
O excesso de café pode, em alguns indivíduos, provocar palpitações, mãos trêmulas, ansiedade e incapacidade para dormir. As opiniões médicas dividem-se em relação às conseqüências no consumo excessivo do café, variando muito de individuo, para individuo, o limite onde o café deixa de ser um prazer para passar a causar alguns transtornos. A acidez da bebida pode, eventualmente, em indivíduos com problemas gástricos provocar alguns problemas. O café descafeinado não retira a acidez à bebida.

A cafeína pode interferir no sono profundo. A tendência é, no dia seguinte, acordar cansado, tomar mais café para se manter alerta e, à noite, dormir mal novamente, criando-se um círculo vicioso, tome o seu cafezinho, mas sem exageros. O exagero faz com que se perca a percepção do prazer que essa bebida proporciona. Tente limitar o consumo diário a quatro xícaras pequenas e faça do momento de tomar café um ritual para um momento de descanso, leitura do jornal, com os amigos. Desfrute verdadeiramente desse prazer que já faz parte da cultura do brasileiro!

A cafeína é um estimulante e, como tal, funciona como vasoconstritor. Consumida em excesso, causa a contração das veias e artérias, dificultando a circulação sanguínea. Além disso, acelera os batimentos cardíacos. Em pessoas não habituadas ao uso de cafeína que ingeriram 750 mg de cafeína por dia (mais de dez xícaras), constatou-se uma elevação da pressão.
Os grãos de café contêm substâncias chamadas cafestol e kahweol, que aumentam o colesterol sanguíneo. Uma pesquisa correlacionou a dor de cabeça nos fins de semana com o hábito do brasileiro de tomar grandes quantidades de café durante o expediente. Os pacientes reduziam drasticamente o consumo nos fins de semana e um dos sintomas de abstinência era a dor de cabeça.

Nas mulheres, a cafeína em excesso é capaz de atravessar a placenta e entrar na circulação fetal. Há riscos de aborto, nascimento de bebês pequenos e de parto prematuro, mesmo se ingeridas pequenas doses.

Entre os malefícios causados pelo consumo excessivo de café podemos listar:

- Ação diurética compulsivo causadora de perda de minerais e oligoelementos, aminoácidos e vitaminas essenciais.
- Causa enfraquecimento do organismo através da perda de sódio, potássio, cálcio, zinco, magnésio, vitaminas A e C, bem como do complexo B.
- Possui relação direta com a doença fibroquística (eventualmente percursora do “cancer da mama”).
- Pode causar o aparecimento de polipos (primeiro estágio do cancer no aparelho digestivo), verrugas, psoríases e outras afecções dermatológicas.
- Reduz a taxa de oxigenação dos neurônios.
- Provoca uma maior secreção de ácido clorídico, causando irritações nas mucosas intestinais que causam colites e ulcerações, principalmente para quem sofre de gastrite.
- Sua ação é acidificante do sangue, propiciando o surgimento de leucorreias, cistites, colibaciloses e variados acessos fúngicos.

Pessoal, não é somente com o café, na verdade tudo que é consumido com exagero faz mal à saúde.

Fontes: Wikipédia / Abic

Nenhum comentário:

Postar um comentário