terça-feira, 23 de março de 2010

I LOVE PIN-UPS ! :)




As pin-ups mostraram o poder das mulheres muito antes do feminismo e da revolução sexual. Nas décadas que antecederam o surgimento desses movimentos libertários dos anos 60, a ilustração e a fotografia de garotas atraentes ou famosas já revelavam os primeiros sinais da liberação feminina, ao mostrar o poder do corpo e da sensualidade da mulher na cultura popular.Essa visão das pin-ups, que se opõe a uma percepção tradicional, tem mostrado as contradições entre a imagem das pin-ups como criações masculinas e objetos sexuais e ao mesmo tempo como representação da liberação feminina, da elevação do prazer sexual da mulher e da expressão de sua beleza e desejos.Num universo dominado pelos valores masculinos, as pin-ups usaram da sexualidade, a principal arma ao seu dispor, para se contrapor ao poder patriarcal e controlar os homens. Esse fenômeno começou com o aumento da influência da burguesia, o surgimento das modernas técnicas de reprodução na imprensa e a invenção da fotografia. Fatores que possibilitaram a popularização da sensualidade feminina como um produto de consumo.No decorrer do século 20, o fenômeno evoluiu em diferentes manifestações nas artes. Uma delas misturou sensualidade e bom-humor e criou retratos de garotas com seios volumosos, cinturas finas, pernas longas e torneadas e rostos sensuais. Esses retratos, por terem sido feitos originalmente para serem pendurados nas paredes, e por extensão as garotas que serviram de modelos para eles passarama ser chamados de pin-ups.Mas, as pin-ups não se limitaram a ficar atrás de portas e em paredes e saíram dos retratos e caricaturas para invadir o cinema e outras manifestações artísticas. A atriz Marilyn Monroe tornou-se uma das mais famosas pin-ups de todos os tempos. Além de ser um símbolo do sex-apeall no cinema, ela foi imortalizada na cultura pop nos retratos de Andy Warhol e em suas fotos na revista Playboy.Antes criadas e retratadas unicamente pelas mãos masculinas, muitas pin-ups assumiram nas últimas décadas o controle de sua própria imagem e estilo. Uma das mais ousadas é a modelo e atriz norte-americana Dita Von Teese, ex-esposa do polêmico roqueiro Marilyn Manson.Fonte: Sílvio Anaz. “HowStuffWorks – Como funcionam as pin-ups”. Publicado em 30 de outubro de 2008 (atualizado em 13 de novembro de 2008) http://lazer.hsw.uol.com.br/pin-up1.htm (16 de janeiro de 2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário